Amar, olhar, reconectar

Atualização #1 – Tabela TIPI

Por que oficializar o meu negócio?

Amar, olhar, reconectar

Amar, olhar, reconectar

Visto que você é precioso e honrado aos meus olhos, e porque eu o amo, darei homens em seu lugar, e nações em troca de sua vida.

Isaías 43:4

Palavras vêm acompanhadas de olhares. Nem sempre o que se diz corresponde ao olhar que acompanha as palavras. A maneira como olhamos para a família, amigos e demais pessoas ao nosso redor é algo importante que passa despercebido nas muitas interações do dia a dia. Não percebemos porque nos habituamos a não nos importar em ler na expressão do outro a reação dele ao nosso olhar. Mas conseguimos sentir a maneira como os outros olham para nós.

Admiração, desprezo, amor, indiferença. Todo olhar suscita um sentimento, uma reação. Lembre-se disso nas suas próximas interações. Sensibilidade no olhar. Um olhar de amor e vida quando se encontra um olhar de tristeza faz o outro lembrar-se da esperança e presenteia com coragem para um caminho de possibilidades. Um olhar de indiferença e descrença pode fechar muitas portas e causar novas “pequenas mortes”.

Quanta vida brota de um olhar que comunica: “Eu amo você e acredito em você. Mesmo conhecendo suas limitações, aprendi com Deus sobre as novas possibilidades. Porque, como ser humano, eu também experimento estas limitações e possibilidades”. Jesus, a quem seguimos e amamos, lança um olhar de vida sobre a morte e leva as pessoas a uma ressurreição interior. O olhar de amor precede ações e reações de restauração.

Pai amado, que nós que dizemos ser seus seguidores tenhamos um olhar de amor, multiplicando a realidade de vida plena em cada interação em nosso cotidiano.

Postagem original aqui – Ultimato.

Comente este post!